Apicultor encontra suas colmeias vandalizadas e descobre o tamanho da generosidade mundial


Existem pessoas realmente maldosas nesse mundo, que nos fazem ter vergonha de pertencer à espécie humana. Mas, felizmente, ainda há gente que nos dá esperança de que o mundo poderá ser melhor. Recentemente, um apicultor encontrou suas colmeias vandalizadas por pessoas monstruosas. Ele ficou devastado e pensou desistir… até receber apoio de completos desconhecidos.

No último domingo, os vândalos atacaram várias dúzias de colmeias de um jovem apicultor de 23 anos. Ele começou no ano passado nesse ramo da apicultura, e já tinha cerca de 250 colmeias. O garoto ficou muito triste quando descobriu as colmeias vandalizadas e milhares de abelhas mortas.

Facebook – Lokaj Apiculture

“Tenho 23 anos e, quando me mudei há um ano atrás, não pensei que o trabalho do apicultor fosse tão difícil, especialmente psicologicamente. Eu ainda tenho medo de ser roubado… nunca imaginei que minhas abelhas pudessem ser queimadas. Chorei muito, e agora ver tantas pessoas tocadas por essa tragédia me dá muita esperança.

Eu não tenho inimigos, e eu acho que é esse foi um ato livre de vandalismo. A investigação está em andamento. Não posso dizer mais.”

Facebook – Lokaj Apiculture

 

Sua mensagem no Facebook e as fotos do desastre comoveram muitas pessoas, e elas decidiram não ficar de braços cruzados! Com o objetivo de ajudar o jovem a comprar enxames e retomar sua atividade, os usuários da internet angariaram 15.000 euros (60.110 reais).

Facebook – Lokaj Apiculture

Comovido com todo o apoio, o jovem disse: “Eu pensei em parar tudo em um momento de desespero, mas como posso fazê-lo agora? Continuarei, é o melhor trabalho do mundo.”

Facebook – Lokaj Apiculture

Esperemos que ele continue o seu trabalho, e que os vândalos sejam apanhados e punidos por esse gesto desprezível. Compartilhe se acha maravilhosa a bondade que se espalha pela internet!

Fonte: Fantastique

Facebook

Quer mais histórias? Click »



Source link

You may also like...

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *